Buscar
  • mkt6761

Energia Solar de A a Z

A Projeto Solar, contando com todo o seu corpo de especialistas preparou pra você leitor esse glossário com termos específicos do mundo da geração de energia fotovoltaica, que irão auxiliá-lo durante a sua jornada de aprendizado aqui no blog.

A)

ATERRAMENTO: Um aterramento elétrico consiste em uma ligação elétrica proposital de um sistema físico (elétrico, eletrônico ou corpos metálicos) ao solo.

AUTOTRANSFORMADOR: É feito para compreender a tensão que a rede de energia está enviando para um equipamento, e qual é a tensão que este equipamento suporta. Durante esta análise, ele avaliará qual voltagem é a ideal para manter tudo funcionando sem sobrecarga e sem falta de energia.

ART: ART é o documento que define, para os efeitos legais, os responsáveis técnicos pelo desenvolvimento de atividade técnica no âmbito das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea.

AMPÈRE: Corrente elétrica invariável que, mantida em dois condutores retilíneos, paralelos, de comprimento infinito e de área de seção transversal desprezível e situados no vácuo à distância de 1 metro um do outro, produz entre esses condutores uma força igual a 2 x 10-7 Newton, por metro de comprimento desses condutores.

ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica):A ANEEL, criada em 1996 pela Lei n° 9.427, é uma autarquia em regime especial, vinculada ao Ministério de Minas e Energia, e tem como missão proporcionar condições favoráveis para que o mercado de energia elétrica se desenvolva com equilíbrio entre os agentes e em benefício da sociedade. Neste espaço você encontrará o conteúdo institucional com informações sobre a Lei de criação, regimento interno, estrutura organizacional, gestão pública, licitações, concursos, entre outros.

B)

BANDEIRAS TARIFÁRIAS: é o Sistema que sinaliza aos consumidores os custos reais da geração de energia elétrica. Para tanto, as cores das Bandeiras (verde, amarela ou vermelha) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

BANDEIRA VERDE: condições favoráveis de geração de energia. A tarifa não sofre nenhum acréscimo;


BANDEIRA AMARELA: condições de geração menos favoráveis. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,01874 para cada quilowatt-hora (kWh) consumidos;

BANDEIRA VERMELHA - Patamar 1: condições mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,03971 para cada quilowatt-hora kWh consumido.

BANDEIRA VERMELHA - Patamar 2: condições ainda mais custosas de geração. A tarifa sofre acréscimo de R$ 0,09492 para cada quilowatt-hora kWh consumido.

BIFACIAL: O painel solar bifacial é um tipo de equipamento no qual há células fotovoltaicas em ambas as faces.

C)

COMISSIONAMENTO: É um processo que tem como objetivo assegurar que sistemas e componentes de uma edificação ou planta industrial estejam de acordo com os requisitos e necessidades operacionais do cliente, no que diz respeito ao projeto, instalação, testes e operação.


CONCESSIONÁRIA DE ENERGIA ELÉTRICA: As concessionárias podem ser geradoras, distribuidoras ou transmissoras de energia. Ela é contratada por uma concorrência através de licitação e por um prazo determinado, para o atendimento público.

CORRENTE ALTERNADA: corrente alternada (CA ou AC – do inglês alternating current) é uma corrente elétrica caracterizada por sua intensidade e direção que variam periodicamente – ao contrário da corrente contínua –, sendo capaz de ser transportada por longas distâncias, portanto, sendo a mais utilizada em grandes potências.

CORRENTE CONTÍNUA: corrente contínua como todo e qualquer tipo de corrente que faz uso de apenas uma polaridade de corrente ou de voltagem e cuja frequência é constante, nula ou que varia lentamente em relação ao valor médio da corrente ou da tensão.

CRÉDITOS DE ENERGIA INJETADO: A energia gerada a mais pelo sistema de energia fotovoltaica, que é injetada na rede da distribuidora, será "emprestada" para a distribuidora criando assim um "crédito" de energia para você.

CRÉDITOS EXCEDENTES: montantes de energia produzida em excesso e injetada, que não forem compensados no local que produziu

D)

DATALOGGER: como o próprio nome sugere, é um registrador de dados, um dispositivo eletrônico que monitora e registra dados em tempo real ao longo do tempo ou em relação a uma determinada posição geográfica

DISJUNTORES: é um protetor de toda rede elétrica da sua casa. Esse equipamento é indicado para proteger o sistema elétrico contra sobrecargas e curtos-circuitos.

DPS: significa Dispositivos de Proteção contra Surtos. Esses, por sua vez, são equipamentos que conseguem detectar sobretensões transitórias na rede elétrica

E)

ENTRADA DE ENERGIA: O projeto de entrada de energia elétrica é o estudo para a instalação do medidor, isto é, do relógio, fornecido pela concessionária de energia.

F)

FATURA DE ENERGIA ELÉTRICA: É o demonstrativo do valor pago em reais de todos os componentes da tarifa de energia elétrica. Informações importantes ao consumidor sobre faturas pendentes e sobre o reaviso de vencimento.

FINANCIAMENTO: Financiamento é uma operação financeira em que a parte financiadora, em geral uma instituição financeira, fornece recursos para outra parte que está sendo financiada, de modo que esta possa executar algum investimento específico previamente acordado.

FRANQUIAS: é uma estratégia utilizada em administração que tem, como propósito, um sistema de venda de licença na qual o franqueador (o detentor da marca) cede, ao franqueado (o autorizado a explorar a marca), o direito de uso da sua marca, patente, infraestrutura, know-how e direito de distribuição exclusiva ou semiexclusiva de produtos ou serviços

G)

GATO: Ligação elétrica ilegal, sem a contratação do serviço de fornecimento de energia elétrica junto à distribuidora –Ver Perdas Não Técnicas.


GERAÇÃO DEDICADA: É aquela decorrente de empreendimento de geração de energia elétrica destinado exclusivamente ao Sistema Elétrico Brasileiro. Portaria MME n. 414, de 26 de agosto de 2005 (Diário Oficial, de 29 ago. 2005, seção 1, p.102).


GERAÇÃO DISTRIBUÍDA: Modalidade de aquisição de energia elétrica passível de ser contratada pela Unidade Suprida nos termos do art. 14 do Decreto nº 5.163, de 2004. Resolução Normativa ANEEL n 206, de 22 de dezembro de 2005 (Diário Oficial, de 26 dez. 2005, seção 1, p. 103).


GERADOR: (elétrico) Máquina que converte energia mecânica em energia elétrica.


GRUPO – A: Grupamento composto de unidades consumidoras com fornecimento em tensão igual ou superior a 2,3 kV, ou, ainda, atendidas em tensão inferior a 2,3 kV a partir de sistema subterrâneo de distribuição e faturadas neste Grupo nos termos definidos no art. 82, caracterizado pela estruturação tarifária binômia e com subdivisões. Resolução ANEEL n. 456, de 29 de novembro de 2000 (Diário Oficial, de 30 nov. 2000, seção 1, p. 35).


GRUPO – B: Grupamento composto de unidades consumidoras com fornecimento em tensão inferior a 2,3 kV, ou, ainda, atendidas em tensão superior a 2,3 kV e faturadas neste Grupo nos termos definidos nos arts. 79 a 81, caracterizado pela estruturação tarifária monômia e com subdivisões. Resolução ANEEL n. 456, de 29 de novembro de 2000 (Diário Oficial, de 30 nov. 2000, seção 1, p. 35).


H)

HALF-CELL: consiste na construção de módulos fotovoltaicos com células cortadas ao meio. No lugar das tradicionais células quadradas, utilizam-se células retangulares. O que se consegue com isso são módulos mais eficientes e com aproximadamente as mesmas dimensões e o mesmo custo de um módulo comum.

I)

INVERSORES: Os inversores de tensão são conversores estáticos destinados a controlar o fluxo de energia elétrica entre uma Fonte de Tensão Contínua e uma Carga em Corrente Alternada monofásica ou polifásica, com controle dos níveis do valor eficaz da tensão e da frequência, dependendo da aplicação

J)

JOULE (J): Trabalho realizado por uma força constante de 1 Newton que desloca seu ponto de aplicação de 1 metro na sua direção.

JUNÇÃO (de condutores): Ligação da extremidade de um condutor a uma parte, que não a extremidade, de outro condutor.


K)

Kw: significa Quilowatt que é 1.000 Watts. Estamos falando de uma medida de potência.

kWh: representa Quilowatt-hora. Um kWh é uma medida de energia (não potência). Se os seus painéis solares fotovoltaicos ,por exemplo, produzirem continuamente um total 1kW por um período de 60 minutos, então você terá produzido um kWh de energia. A quantidade de eletricidade que você usa (ou gera) é definida em kWh.

kVa: é a medida que equivale a 1000 volt amperes – 1kVA = 1000VA. Esta é uma potência aparente do sistema que também pode ser considerada como teórica e se dá pela soma vetorial entre a potência ativa do sistema (ou os Watts) e a potência reativa do sistema (ou o Var).


L)

LEI 14.300: Institui o marco legal da microgeração e minigeração distribuída, o Sistema de Compensação de Energia Elétrica (SCEE) e o Programa de Energia Renovável Social (PERS)


M)

MEDIDOR DE ENERGIA: O medidor de energia elétrica também é conhecido popularmente como relógio de luz. A sua função é justamente medir o consumo de energia elétrica de corrente alternada. Os medidores de energia medem o consumo de energia elétrica mensalmente em kWh.

MÓDULO FOTOVOLTAICO: termo técnico para placa solar ou painel solar. O módulo fotovoltaico é composto por 36 a 72 células solares produzidas normalmente por silício e é utilizado para a captação da luz do sol, com a função de converter a luz solar em energia elétrica fotovoltaica.

MONOCRISTALINO: Os painéis solares monocristalinos e policristalinos desempenham as mesmas funções. Ambas são células solares que utilizam a luz solar para produzir eletricidade. Os painéis solares monocristalinos são considerados o produto solar “premium”. Seu design elegante e desempenho eficiente são algumas das principais razões para o elevar a esse patamar.

N)

NR 35: aborda sobre o trabalho em altura.

NR 10:NR-10 é a Norma Regulamentadora emitida pelo Ministério do Trabalho e Emprego do Brasil que tem por objetivo garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que interagem nas instalações e serviços com eletricidade

NBR 5410: estabelece as condições a que devem satisfazer as instalações elétricas de baixa tensão, a fim de garantir a segurança de pessoas e animais, o funcionamento adequado da instalação e a conservação dos bens

O)

ORÇAMENTO: Orçamento é a parte de um plano financeiro estratégico que compreende a previsão de receitas e despesas futuras para a administração de determinado exercício

P)

PVSOL: O software fotovoltaico PVSOL. Mundialmente, o software PVSOL é um dos mais utilizados para simulação de sistemas de energia solar. Ele fez tanto sucesso porque oferece facilidade de uso e agilidade no processo da venda, mas também muitas ferramentas avançadas para projetistas.

POLICRISTALINO: módulos policristalinos são feitos a partir de vários pequenos cristais de silício. Estes vários cristais são fundidos e dão origem a grandes blocos, e a partir destes blocos são produzidas as células fotovoltaicas.

POTÊNCIA ELÉTRICA: é a medida da quantidade de energia elétrica fornecida ou consumida por um circuito elétrico. Pode ser calculada por meio de grandezas como tensão, corrente e resistência elétrica, e sua unidade de medida é o watt.

PARECER TÉCNICO: Documento no qual são apresentadas as justificativas à decisão, pela área técnica responsável pela execução do programa, apresentando suas conclusões sobre a situação que está provocando a demanda à concedente, descrevendo toda a situação ou motivos que o determinaram bem como indicando as alternativas existentes ou não à sua solução.


Q)

QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO: Conhecido também como quadro de força, quadro elétrico ou simplesmente, quadro de luz, o quadro de distribuição é um componente agregado ao sistema de fornecimento de energia responsável por concentrar todos os cabos referentes à fiação elétrica e por distribuir energia em subcircuitos para todos os ambientes da edificação.

R)

RADIAÇÃO SOLAR: é a energia emitida pelo Sol, que se propaga em todas as direções através do espaço por meio de ondas eletromagnéticas. Emitida pela superfície solar, essa energia determina a dinâmica dos processos atmosféricos e climatológicos.

S)

SISTEMA FOTOVOLTAICO: é a tecnologia utilizada para gerar energia elétrica a partir da irradiação dos raios solares. Isso é possível graças a um fenômeno físico chamado efeito fotovoltaico. Ele consiste no surgimento de uma tensão elétrica em um material semicondutor, como o silício, quando este é exposto à luz.

SOBRAS LÍQUIDAS CONTRATUAIS: Quantidade de energia elétrica expressa em megawatt-hora (MWh) correspondente à diferença positiva entre a soma, com relação a cada agente de distribuição e a carga de cada concessionária de distribuição referenciada ao centro de gravidade correspondente. 112 Resolução ANEEL Nº 447, de 23 de agosto de 2002 (Diário Oficial, seção 1, p. 97, 26 ago. 2002)

T)

TARIFAS: é uma cobrança facultativa, a ser paga em dinheiro, em decorrência da utilização de serviços públicos não essenciais, feita indiretamente pelo estado, através de empresas privadas que prestam serviços em nome do mesmo

TARIFA DE ENERGIA COMPRADA: Composta pela tarifa de energia elétrica (TE) e tarifa de uso do sistema de distribuição (TUSD), aplicável ao faturamento mensal referente ao suprimento à permissionária de distribuição pela atual supridora, vinculado ao Contrato de Compra de Energia –CCE. Resolução Normativa ANEEL n. 205, de 22 de dezembro de 2005 (Diário Oficial, de 26 dez. 2005, seção 1, p. 96).

TARIFA DE FORNECIMENTO: Tarifa aplicável no faturamento mensal de energia elétrica dos consumidores cativos de concessionária ou permissionária de distribuição, homologada pela ANEEL, correspondente aos valores relativos à tarifa de uso dos sistemas de distribuição e à tarifa de energia elétrica. Resolução Normativa ANEEL n. 166, de 10 de outubro de 2005 (Diário Oficial, de 11 out. 2005, seção 1, p. 61).

TAXA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA: Taxa cobrada dos contribuintes pelas prefeituras para custear a iluminação pública.

TUSD: Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Distribuição é um encargo legal do setor elétrico brasileiro que incide sobre os consumidores conectados aos sistemas elétricos das concessionárias de distribuição.

TUST: Tarifa de Uso dos Sistemas Elétricos de Transmissão é um encargo legal do setor elétrico brasileiro que incide sobre os consumidores conectados aos sistemas elétricos das concessionárias de transmissão

TEMPO DE RETORNO: é um indicador que mostra em quanto tempo o investidor estima recuperar o valor investido no negócio.

TRANSFORMADOR: é um dispositivo destinado a modificar os níveis de tensão e corrente elétrica, mantendo potência elétrica praticamente constante, de um circuito a outro, modificando também os valores das impedâncias elétricas de um circuito elétrico.

TENSÃO ELÉTRICA: também conhecida como diferença de potencial, é a diferença de potencial elétrico entre dois pontos ou a diferença em energia potencial elétrica por unidade de carga elétrica entre dois pontos. Sua unidade de medida é o volt.

U)

UNIDADE CONSUMIDORA: Conjunto de instalações e equipamentos elétricos caracterizado pelo recebimento de energia elétrica em um só ponto de entrega, com medição individualizada e correspondente a um único consumidor. Resolução ANEEL n. 083, de 20 de setembro de 2004 (Diário Oficial, de 24 set. 2004, seção 1, p.126).

V)

VOLT OU VÓLTIO: é a unidade que representa a tensão elétrica do Sistema Internacional de Unidades. O volt é o potencial de transmissão de energia, em joules, por carga elétrica, em coulombs, entre dois pontos distintos no espaço

W)

Watt: O watt é a unidade de potência do Sistema Internacional de Unidades. É equivalente a um joule por segundo


Posts recentes

Ver tudo